h1

02 – Falando de COMPROMISSO…

fevereiro 25, 2008

Toda unção tem um objetivo. Não existe unção sem alvo.

Por que os apóstolos foram batizados com o Espírito santo e receberam poder? Para testemunhar não apenas com palavras, mas com demonstrações do que diziam.

Isaias 61 fala de unção “O Espírito do Senhor está sobre mim” e de um mandato apostólico “e me ungiu e enviou” com uma finalidade “para apregoar o dia do Senhor e libertar…”.
Algo que precisa ficar claro em nosso entendimento é que os dons foram confiados à nós mas não são nossos. Deus nos deu através da unção, mas eles têm um propósito, um fim proveitoso. Os dons são os meios, o que realizamos com eles o fim. O dom não é o fim.
Existe uma diversidade de dons e diferentes manifestações descritas em Romanos 12, porém o alvo é o mesmo: são concedidos pelo Espírito Santo para um fim proveitoso.

Particularmente não consigo ver um fim proveitoso em ter dons se eles não são usados para servir a outros.

aspas
Os dons não são nossos mas foram confiados a nós assim como ministérios e têm objetivo e esse objetivo é servir ao corpo de Cristo. Não são meus nem seus. São do Senhor. Ele os deu, confiou-os a nós e teremos que prestar contas do uso que fizemos ou não deles.  
aspas2

Não recebemos a unção nem o batismo com Espírito Santo e os dons para nos gloriarmos ou nos promovermos como muitos fazem.

Isso não é fim proveitoso!

Nós os recebemos para ministrá-los (ministrar é doar, ser ministro é ser doador) aos outros. Não foi para reter mas para liberar.

Quero por um instante que você volte seu entendimento para uma passagem interessante da vida do profeta Elias.

Deus lhe enviou para profetizar que não haveria chuva. Ele foi. Depois disso, foi enviado a uma vila onde existia fome e a situação das pessoas era de necessidade. Encontra uma viúva. Ele pede água e algo para comer e então ouve o relato da mulher que diz que tinha o minimo e aquele minimo ainda não era suficiente. Ela esperava o pior. Aqui entra o compromisso de ser ministro, o compromisso com a unção, o ser “doador. Ele pede que ela traga o que tem, e libera aquilo que estava sobre ele e isso traz resultado. Ele doou-se, ministrou, agiu.
Quem tem esse compromisso de se doar sempre é suprido e sempre será supridor.
Na medida que você libera seu dom ministrando-o mais a unção sobre tua vida será multiplicada, porque você dá e recebe e a medida de Deus é boa, recalcada e transbordante!

A unção tem como objetivo mudar as coisas ao nosso redor. A unção rompe com tudo que impede o agir de Deus. Ela nos torna agentes transformadores.

O mundo está se corrompendo e somos o sal que vai impedir essa corrupção. Foi para isso que fomos ungidos.

A Unção sobre nós liberta, cura, quebra cadeias, restaura vidas. É esse o propósito da unção que opera em nós: TRANSFORMAÇÃO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: